Peço aos céus.

Desde que te conheci, torço muito para que entre nós possua apenas amor e seus sinônimos. Peço aos céus que nosso amor seja suficiente. Peço que nosso amor seja paciente para aguentar os atrasos e demoras da vida e que seja compartilhado, compartilhando nossos momentos de alegria, nossas conquistas e vitórias e superando juntos as tristezas, as perdas e as derrotas. Peço que nosso amor seja misto, que não seja doce demais para não enjoar e nem amargo demais para não afastar.

Peço aos céus que nosso amor seja tranquilo, mais que haja nossas desavenças para ter reconciliações e nossas diferenças para nos completarmos. Peço que haja necessidade de proteger, de abraçar, de beijar, de estar perto, de ajudar. Necessidade de fazer o outro sorrir, de cativar todos os dias, de estar junto, de estar perto, de não querer mal algum, só querer que tudo permaneça bem.
 Necessidade de doar-se, de corpo e alma. Peço que seja que seja todos os dias, que tenha rotina e que ela seja bem-vivida. Que seja presença constante, mesmo quando nossos corpos estiverem distantes. Que seja quente, que ilumine e esquente, e que saiba se controlar e amenizar. Peço aos céus e torço muito para que nosso amor seja só nosso, com nossas manias, nossas brincadeiras, nossa rotina, nosso jeito, nossa alegria, nosso amor. Que assim seja. Só nós dois. (Escrito por Bárbara Flores)



Comente com o Facebook: