Sou complicada.

Definitivamente sou complicada. Não consigo me contentar com o pouco que a maioria das pessoas se contentam hoje em dia. Não quero nada em doses, nada regrado. Quero intensidades, quero desmedido, desmarcado. Quero pessoas ao meu lado que ajam de acordo com o seu coração, que não tenham vergonha de demonstrar o que sentem e nem de se redimir quando erram.
Quero o que poucas pessoas hoje querem. Não tenho muita ambição, para minha vida quero apenas simplicidade, quero pessoas que dão valor aos pequenos detalhes, as pequenas fases do dia. Quero pessoas que se comovam, que reflitam suas palavras antes de dizê-las com medo de ferir alguém. 

Na minha vida quero pessoas que se importam, que se jogam, que não tem medo de viver e de desfrutar os sentimentos. Sei que são desejos aparentemente impossíveis, mas mesmo que sejam poucas, na minha vida só permanece quem não tem vergonha de ser o que é, só permanece quem se entrega para o amor, de corpo e alma. (Escrito por Bárbara Flores)

Comente com o Facebook: