Exageradamente.

Não sou forte. Nem um pouquinho. Por mais que esteja doendo, não consigo jogar tudo para o alto e deixar a vida segue em frente. Não consigo fingir que não me importo. Me importo sim, e muito! E talvez esse seja o problema: meus exageros. Me importo exageradamente, me preocupo exageradamente, me esforço exageradamente e amo exageradamente. Queria optar por não sentir tanto e por não ser tão exagerada, mas não consigo. Não consigo simplesmente deixar de lado, já se tornou importante demais para simplesmente deixar para trás. Se tornou parte essencial, só de imaginar sem, parece que falta um pedaço, fica incompleto. Todo esse amor me deixou vulnerável. Bem lá no fundo admito que sei com quase certeza que estaria muito melhor seguindo em frente, mas tenho essa coisa de tentar e tentar até o final. Não consigo deixar inacabado. Não consigo deixar se ainda tiver esperança. Não sou forte o suficiente para deixar tudo para trás e simplesmente esquecer. Acredito em segunda chances, pelo menos no nosso caso. (Escrito por Bárbara Flores)

Comente com o Facebook: