O amor deveria bastar.

Sabe o que dói? O orgulho. A falta de consideração. Não se colocar no lugar da pessoa, não imagina como ela vai se sentir. As pessoas hoje em dia preferem perder quem amam do que aceitarem que estão erradas e pedir perdão. Preferem perder quem amam do que engolir e deixar o orgulho para trás. E é por isso que não dá certo, é por isso que os relacionamentos hoje quase não duram mais, não exceções, são quase raros. Quase não há mais cumplicidade, quase não há mais dedicação, quase não há mais esforço e nem sacrifícios. Se você ama, se você quer a pessoa do seu lado, você precisa cuidá-la, precisa preservá-la, precisa mantê-la. Para quê magoá-la? Para quê decepcioná-la? Se você errou e sabe que está errado, por quê fica nisto? Por quê não vai lá atrás antes que você perde de uma vez por todas? É difícil entender, dói tentar compreender. Afinal, por quê o amor não pode ser mais simples? Por quê simplesmente amar não basta? Deveria bastar, tendo amor, nada mais deveria importar. Tendo amor, deveria durar, deveria ser concreto, ser sólido e não ser frágil. Tendo amor, não deveria ter orgulho e nada dessas outras coisas. Tendo amor deveria ter tudo. O amor deveria bastar. (Escrito por Bárbara Flores)

Comente com o Facebook: