Nunca entendi.

Eu nunca lidei bem com sentimentos, nunca consegui compreendê-los, desvendá-los. Eu nunca consegui entender esse abismo de complicações em um relacionamento entre duas pessoas. Também nunca consegui entender como duas pessoas podem se amar, se querer tanto e não acabam dando certo, seus caminhos de alguma forma tornam-se diferentes. Para ser sincera eu nunca lidei bem e nem entendi essas coisas que vem de dentro da gente assim sem avisar, sem ter hora, sem ter razão. Nunca fiquei confortável como o coração pode acelerar tanto simplesmente com o toque ou a voz de outro alguém. Como o estômago pode ficar cheio de borboletas com saudade de outra pessoa e muito menos os sorrisos bobos dados sem esforço algum. Nem preciso dizer que tão pouco entendo o por quê sentimos essa necessidade mãos dadas, beijos roubados, tardes de domingos abraçados, das brincadeiras bobas, dos risos atoa. E para ser bem franca acho que nunca vou entender e nem lidar bem com esses sentimentos. Eu nunca lidei muito bem com sentimentos, nunca consegui entender o amor, só sei que amar uma pessoa é isso: sentir tudo e não conseguir explicar de onde toda intensidade vem. (Escrito por Bárbara Flores)

Comente com o Facebook: