Há quem diga (...)

E há quem duvide que um amor verdadeiro não possa durar até o fim de suas vidas, e há quem duvide que mesmo com a idade avançada, o amor ainda exista. O amor verdadeiro é aquele que dura sem se preocupar com as acusações alheias e sem a dar ouvido à mentiras ou baboseiras. O amor tem suas ações e tem suas reações, é como uma das leis: ação e reação, o amor que você doa você recebe muito maior, mas de uma forma diferente, porque ninguém ama da mesma maneira, todos tem sua forma de amar. O amor verdadeiro é aquele que é doado sem esperar nada em troca, porque esse sim é um sentimento verdadeiro, quando doamos não queremos recompensa, queremos apenas demonstrar o que sentimos e bem no fundinho torcendo para que a pessoa sinta-se da mesma maneira. Há quem diga também que os amores mais bonitos são os de antigamente, porque esses sim davam certo, porque esses sim as pessoas se entregavam de corpo e alma. Há quem diga que um beijo no rosto valia mais que um beijo na boca, há quem diga que um beijo na testa e capaz de trazer paz e que um abraço apertado é capaz de te proteger de qualquer coisa. Há quem diga que um simples gesto, com sentimento, com encantamento, valeia mais do que um ''eu te amo''. Porque receber um ''eu te amo'' é maravilhoso, mas quando é dito da boca para fora, causa um estrago enorme. Todos sabem dizer ''eu te amo'' mas nem todos sabem a hora certa pra usar. Por isso me encaixo nos casais de antigamente, quando uma flor arrancada na hora, um sorriso cheio de amor, valia mais que presente caros e apenas uma noite. O amor ele tem suas tribulações e os seus pesares, mas quando a pessoa amada está do teu lado disposta a lutar com você, a sentir com você, a viver com você, esse sim tem chance de durar até a promessa que foi feita no altar possa se provar, e então que seja assim ''até que a morte nos separe.'' (Escrito por Andreza Pereira)

Comente com o Facebook: