Te amar (...)

Eu podia ter implorado para você ficar, mesmo a culpa não sendo minha, e talvez nem sua. Podia ter pedido desesperadamente para que você ficasse, para que você não me abandonasse. Mas você escolheu ir, assim como a maioria das pessoas. Você tinha tudo, absolutamente tudo, para ser a pessoa mais especial da minha vida, mas escolheu ser nada. Escolheu ser só mais um. Escolheu ser uma mágoa, uma dor, um incômodo no fundo do peito. E isso é  mais incrível e doloroso de se amar, aceitar a escolha do outro, mesmo que isso machuque á você mesmo. Mesmo que as consequências fossem não para quem foi embora, mas para quem teve coragem e força para ficar. Eu podia ter ido atrás sim, mas respeitei a sua escolha, afinal, a última coisa que eu desejaria era que ficasse por obrigação. Te deixei ir, te deixei escolher. Te deixei partir meu coração mais uma vez. Mas cada um faz o que quer, e o que eu faço é te amar. (Escrito por: Valéria Gabardo)

Comente com o Facebook: