Sobre mudar.

Eu nunca te pedi pra mudar, não por mim. Se um dia tivesse que mudar, se resolvesse, teria que ser por você, acima de qualquer coisa. Tudo bem, eu queria que fosse um pouco diferente, eu queria apenas um pouco mais de atenção, e quem sabe, um pouco mais de carinho. Mas eu sei, é o teu jeito. Eu aceito teu jeito. Eu aceito você, com seus prós e seus defeitos. Mas dizem que quando se gosta de algo ou alguém, a gente cuida, protege, quer estar perto, fazer parte da vida, valorizar, não quer perder. Dizem que a gente tenta, retenta e faz de tudo para ser melhor. Eu não sei, mas acho que quando a gente ama, quando a gente gosta, quando a gente quer, a gente mostra, a gente demonstra, a gente faz questão. A gente tenta, a gente se dedica, a gente se esforça e retenta de novo, quantas vezes for preciso (e possível), mas a gente não desiste, não deixa pra lá, não ignora. Eu não te pedi para mudar, e nem pedirei. É assim: se ama, cuida, valoriza e faz questão. Se não, adeus. (Escrito por: Bárbara Flores)

Comente com o Facebook: