Me toquei (...)

É, eu juro que eu não queria que fosse assim. De repente não tenho mais você aqui, foi como acordar em um lugar que eu já não sabia descrever onde era e nem como chegar até la, foi como uma nuvem escura que começou a me cercar, foi como não saber entender o sentido de viver e sorrir, eu juro que tentei fazer com que fosse diferente, com que você estivesse ao meu lado pra sempre, mesmo sem o "para sempre" existir, mas eu me toquei que botei expectativa demais em algo que era pequeno demais, me toquei que por mais que eu te quisesse ao meu lado você não poderia ficar, pois teu sentimento era pouco demais pra me completar, me toquei que eu mas chorava do que sorria, que você mais cobrava do que doava e que eu mais te amei do que você me amava, eu nem sei se realmente foi amor, mas a ferida que ficou ainda não se cicatrizou, e o buraco que você deixou ainda não tampou, eu sei que não vai ser fácil me recuperar, mas eu aprendi que com o tempo a gente vai aprendendo a recomeçar, a reacreditar, sei que os dias difíceis fazem parte e que nem toda tristeza dura pra sempre, sei que as coisas sempre vem pra ensinar e mesmo com tanta magoa e tantas lágrimas não deixarei de amar, sei que tudo que passou vai me servir de lição, para que amanhã eu possa ser mais forte e sorrir verdadeiramente de alma e coração.

Comente com o Facebook: