Chegadas e partidas.

Querendo ou não nossas vidas são um ciclo de chegadas e partidas, inícios e despedidas, e o único problema é que nosso coração quase nunca está preparado para o fim desses ciclos. A gente sabe que tudo tem um fim. A gente sabe que tudo tem um motivo, que tudo tem uma razão. A gente sabe que tudo tem o seu tempo, mas mesmo assim nunca estamos psicologicamente e emocionalmente preparados. Não adianta tentar se acostumar com a ideia antes, quando chega a hora nunca estamos prontos para despedir, nunca estamos prontos para dizer adeus. Não é que não estamos prontos, é que não queremos aceitar a ideia de não ter mais a pessoa em nossas vidas, para a ideia de não ter mais a presença, de ter somente a lembrança. Não queremos aceitar que nem tudo e nem todos vão permanecer para sempre em nossas vidas. Não queremos aceitar a ideia de ter que recomeçar de novo, do zero, iniciar todo um novo caminho, uma nova história sem aquele alguém. Nunca estamos prontos para dizer adeus, por mais que nosso coração sinta que já é hora de partir, a presença e o sentimento ainda falam mais alto. Querendo ou não, nossas vidas são um ciclo de chegas e partidas, e a vida não espera, a vida é agora, já chegou a hora de parar de brigar com o destino e aceitar seguir em frente, aceitar recomeçar, aceitar uma nova chance. (Escrito por Bárbara Flores)

Comente com o Facebook: