Da vida não quero muito.

Da vida não quero muito, eu por exemplo, só quero o que me é necessário. Só quero o que me acrescenta, o que me soma, o que me adiciona. Só quero saber aproveitar, usufruir, aprender e deixar de lado aquilo que não vai me oferecer nada de bom. Da vida eu só quero a chance de correr atrás dos meus objetivos, das minhas vontades, dos meus sonhos. Da vida eu só quero a sorte de encontrar um amor que me encontre também, que me queira o bem, que me faça bem. Só quero oportunidades de fazer o meu melhor, de descobrir o meu melhor, de ser melhor. Da vida eu particularmente não quero muitas coisas, só quero ter a certeza de que pelo menos por um momento eu fiz alguém feliz e alguém me fez feliz, e ter ter a certeza de ter alguém ao meu lado nas horas boas e ruins, nos momentos de glória e nos momentos difíceis, que independente da situação permaneça ao meu lado. Da vida eu só quero ter a certeza de ter um amor em que eu possa me doar por inteiro sabendo que vou receber da mesma forma, um amor para a vida inteira. (Escrito por Bárbara Flores)

Comente com o Facebook: